Quarta-feira, 26 de Julho de 2006

II - Diário de Maria

            Três semanas mais tarde, o prazo dado pelo médico estava a uma semana! Maria já pouco conseguia fazer, a barriga que já era grande tinha crescido mais. Mesmo assim, era uma grávida muito gira. Nas últimas semanas, nas suas idas habituais à praia tinha descoberto um membro novo no seu grupo de amigos, um rapaz mais novo do que ela, um pouco mais! Realmente ele a divertia e tinha sido a sua única companhia nas últimas semanas, já tinham jantado juntos, iam ao cinema. Foi uma boa companhia para a Maria, desde que ela contara aos pais que estava grávida, a rigidez e inflexibilidade do seu pai fizera com que a expulsasse de casa, a mãe por sua vez decidiu acordar com a decisão do marido.
 
            Entretanto passaram-se, praticamente, 9 meses em que nem num destes longos e complicados dias, os pais lhe ligaram.
 
            Numa noite a Maria chora, em casa:
 
            - Mãe, tenho tantas saudades suas! Se ao menos não fizesse tudo o que o pai diz. Queria tanto que me tivesse ensinado o que posso fazer com a minha filha.
Até mesmo do pai tenho saudades, pena que é teimoso!
 
            E as lágrimas continuaram, até que se recostou na cama e acabou por adormecer.
 
            Na manhã seguinte, levantou-se cedo, mais animada e com vontade de passear! Tomou o pequeno-almoço, a sua filha não podia sentir fome e decidiu ir passear. Foi para um jardim, sentou-se num banco, estava um sol abrasador, viu imensas crianças a brincar o que a deixou muito bem disposta, agarrar na sua barriga e sorria, na ansiedade de ver o seu pequeno rebento fora do seu ventre.
 
            Levanta-se e vai dar uma volta a pé, vai até a um miradouro, tinha uma vista sobre toda a cidade, que adorava contemplar, mas eis que pelo caminho cruza-se com…
Sinto-me: À espera das Férias...

8 comentários:
De Kita a 27 de Julho de 2006 às 11:54
Li a história da Maria e acho que, infelizmente, ainda há muita gente como ela... abandonada pelo pai do seu filho. E é uma pena que muitos homens não saibam ser responsáveis pelos seus actos. E que os pais não saibam apoiar os filhos em momentos tão difíceis como este...

beijinho.

Kita


De RM a 27 de Julho de 2006 às 14:27
kita sem dúvida nenhuma que aidna existe muitas mulheres neste país e pelo mundo fora, que vivem, enganadas por um amor e muitas vezes "dão-se" completamente a um homem e quando ocorre um imprevisto fogem!!! O mesmo acontece com os homens sinceros (poucos, mas ainda existem, tal como as mulheres hihi) em que as mulheres só querem uma noite bem passada e depois vão embora, deixando-o sozinho, no dia seguinte!!!


Deixar Marca no Diário

Eu

Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ausências Recentes

Desabafo...

Perdoa-me...

Quero-te beijar...

Sozinho...

Sentir...

...

IX - Diário de Maria

VIII - Diário de Maria

VII - Diário de Maria

VI - Diário de Maria

Ausências Passadas

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Estou a ouvir

Passaram por aqui