Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Sentir...

            Não sei como me sinto. Aliás, nem sei se sinto...
            Hoje sinto-me apático, os meus sentimentos parecem estar presos a algo que não me liberta!
            Apetece-me fugir, conhecer novos lugares! Começar a minha vida do início, esquecer parte do que se passou comigo e, num lugar sem alguém que eu conheça, começar uma nova vida, mas não me deixam... estou sempre preso à vida que tenho aqui, preciso me libertar mas faltam-me as forças, já não sei se vale a pena lutar, despender as minhas forças. ESTOU FARTO... farto de lutar contra algo que nem sei o que é, talvez estou a lutar contra mim...
 
            Estou farto... sinto-me atado a um passado que não me permite mais viver a minha vida, sendo eu próprio, sem ter que forçar o meu sorriso quando, por vezes, só me apetece chorar...
            Por favor, Passado, deixa-me viver, devolve-me a felicidade de viver...
 
RM*

12 comentários:
De My Way a 21 de Maio de 2007 às 19:34
"Perdido no olhar" foram as palavras que escrevi para encontrar uma imagem para colocar no meu post...
Perdi-me nos tens momentos repletos de passado... sem continuar a viver...
Há memórias que não podem, nem devem ser esquecidas... foram momentos felizes... esses que passas-te?... Optimo R.M ... Optimo...

Mas há algo que deves e podes lembrar-te mais vezes... Nunca serias feliz ao lado de quem não te quer, não te merece, não te ama... Que felicidade egoista seria a tua ao ficares com alguém que não te ama?

O tempo ensina-te a olhar para a frente, não acredito que ninguém seja feliz sozinho... mas tens que abrir o coração e deixar que alguém entre dentro dele... De outra forma... será impossivel...

Fica bem.


De RM a 21 de Maio de 2007 às 23:26
Olá... obrigado por aqui deixares a tua marca e por tentares me ajudar... há coisas que não são fáceis, está é uma destas... foi só um dia que me senti mais em baixo, ficarei melhor! Obrigado!


De Ablazze a 24 de Maio de 2007 às 19:38
Sabes, tinha um grande amigo que também andava á procura de outro caminho. Nunca soube se o chegou a encontrar, mas acredito que sim. Assim o espero. Havia uma musica que segundo ele, era a "inspiração" ehehehe....

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se a vida em ti a latejar

Ver-te sorrir eu nunca te vi
E a cantar, eu nunca te ouvi
Será te ti ou pensas que tens... que ser assim

Ver-te sorrir eu nunca te vi
E a cantar, eu nunca te ouvi
Será te ti ou pensas que tens... que ser assim

Olha que a vida não, não é nem deve ser
Como um castigo que tu terás que viver

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se a vida em ti a latejar

Jinhos;)**



De Tinta Preta a 25 de Maio de 2007 às 09:10
Quantas vezes me senti assim, com vontade de fugir de tudo e principalmente das minhas memórias. Dessas é impossível escapar, porque se agarrarram à pele e à alma. O tempo passa e ajuda a que se desvaneçam e o amanhã é sempre um bom dia para se recomeçar. Boa sorte!


De Bel a 26 de Maio de 2007 às 20:51
Quantas vezes nos apetece esquecer momentos do nosso passado, momentos que são capazes de nos arrastar para um buraco sem fim...momentos que nos dão tristeza, vontade de chorar, deixam marcas profundas, ódio, raiva, nojo. Esquece-los é impossível, mas podemos seguir em frente, deixando-os de lado, porque ao nosso lado vai estar alguém que nos ajudará a seguir em frente sem olhar para trás.
Um bom fim de semana beijo
Bel


De Moranguita a 12 de Junho de 2007 às 10:52
Olá...foi bom ler-te de novo, há tanto tempo que não mergulhava neste mundo, nem me deixava levar pelas vossas palavras....
O passado é sempre necessário que mais não seja para nos ensinar como encarar o futuro...foge, muda, luta, grita chora...mas nunca deixes de ser tu mesmo =)


De Ly Stampehl a 18 de Junho de 2007 às 22:36
por ca passei umas quantas vezes. Fico fascinada... Tento perceber... Tens uma forma de escrever espectacular, cativante..

Ly


De confissoesdeumasurda a 8 de Julho de 2007 às 16:25
Olá!!

Há muito que não te lia..

Ruben, espero que estejas melhor.. nada melhor que livrar do passado e seguir em frente.. o tempo cura tudo.. a seu tempo.. em casa sem fazer nada, isso não vai resolver.. Sai, diverte-te, conhece novos amigos.. vais ver que isso resolve.

Beijinhos!


De Ana_Boxexas a 31 de Julho de 2007 às 23:49
Olá Ruben! Todos passamos por momentos destes... em que nos cansamos, por vezes, nem sabemos de lutar contra o quê. Mas não desistas. Encontraremos sempre obstáculos no nosso caminho, iremos sempre chorar novamente e quebrar mais um pouco o coração. Isso é viver e é fundamental para compreendermos quem somos e o que vale mesmo a pena na vida de cada um. Continuar em frente é tornarmo-nos mais fortes, chorar é saber o que é sorrir, sofrer é desvendar cada vez mais os momentos felizes. Li uma frase no outro dia que nunca mais me saiu da cabeça e que é, mais ou menos assim: "O abismo existe para sabermos que possuimos asas!" Força. Sorri. Beijo enorme*


De eu* a 25 de Março de 2009 às 16:28
a cada gesto, a cada sentido, a cada olhar, reflectimos sempre o nosso sentimento.
uns dias mais nítidos , outros mais cinzentos, o mais importante é sempre e unicamente aquilo que sentimos.


De Anónimo a 28 de Abril de 2009 às 23:44
Preocupaste muito com o que sentes... e com o que os outros podem sentir? já pensaste'


Deixar Marca no Diário

Eu

Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ausências Recentes

Desabafo...

Perdoa-me...

Quero-te beijar...

Sozinho...

Sentir...

...

IX - Diário de Maria

VIII - Diário de Maria

VII - Diário de Maria

VI - Diário de Maria

Ausências Passadas

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Estou a ouvir

Passaram por aqui