Sexta-feira, 21 de Julho de 2006

I - Diário de Maria

            Não queria que nada disto tivesse acontecido. Estou aqui sentada numa cadeira junto à janela do meu quarto, lá fora está um calor, é Agosto, e eu aqui com este “barrigão”. Oito meses, passaram-se oito meses e a barriga não parou de crescer.
            Sabes bebé lindo – com ternura acaricia a barriga – gosto muito de ti! Ponho-me aqui a imaginar, como és. Serás parecida comigo? Estou ansiosa pelo teu nascimento, por outro lado vou sentir falta desta barriga.
 
            E quando perguntares pelo teu pai? Que raiva!!!! Só posso te contar a verdade!
 
            Maria agora no telemóvel e liga, mas ninguém atende do outro lado:
            - Duarte, insistes em não me atender a chamada. Porque me fazes isto? Está quase a nascer e tu nem me perguntas como tem corrido a gravidez! Achas isto certo? Tudo estava bem até ao dia em que me engravidaste! E eu não queria, tu sabes que eu não queria! Fui tão burra, disseste que me deixavas e eu cega pelo amor, dei-me a ti! Espero que tenhas a decência de registar a tua filha, em teu nome.
 
            A Maria adorava estar junto ao mar. Mas, durante toda a gravidez grande parte do seu tempo, foi passado junto ao mar, onde as suas lágrimas se misturavam com o sal do mar, tentando afastar a mágoa do seu coração! Por outro lado, existia a afinidade e a grande alegria, daquela criança que trazia no ventre.
 
            Três semanas mais tarde…
Sinto-me: Bem, embora cansado!!!

14 comentários:
De MB a 21 de Julho de 2006 às 18:54
Migo admiro-te por muita coisa, mas a tua escrita consegue cativar-me seja qual for o assunto e, é nisso que mais te admiro.
Deduzo que esta história terá muita coisa para contar, ou não fosses um pequeno mestre (sim porque para grande mestre ainda terás de comer muitos danoninhos e ainda vais na fase dos batidos) no mundo das letras. Embora me traga amargas recordações espero que este final seja mais feliz.


De RM a 25 de Julho de 2006 às 23:57
Miga, oh my god! Sinto-me completamente babado com o que disseste! Sabes, na minah opinião não é fácil ter a admiração de alguém e por alguém, talvez a nossa relação amizade/cumplicidade é o que nos permite ter uma grande admiração mútua e é com extremo orgulho que digo isto!
A história guarda imensos segredos, revelações e logo se vê como termina, depende do andamento!!! hihi


Deixar Marca no Diário

Eu

Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Ausências Recentes

Desabafo...

Perdoa-me...

Quero-te beijar...

Sozinho...

Sentir...

...

IX - Diário de Maria

VIII - Diário de Maria

VII - Diário de Maria

VI - Diário de Maria

Ausências Passadas

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Estou a ouvir

Passaram por aqui